Um Amor Tão Raro

20:21

Kathleen E. Woodiwiss
Um Amor Tão raro
Sinopse: Maxim – Orgulhoso e apaixonado, o marquês de Bradbury jurou vingar-se daqueles que roubaram seu título, suas terras… e o marcaram como traidor da Coroa.
Elisa – Linda e voluntariosa, ela tornou-se prisioneira do maior inimigo de sua família… o marquês de Bradbury.
Intriga – Inimigos declarados, Maxim e Elisa foram surpreendidos pela mesma maré violenta que assolou a Inglaterra do período elisabetano. Movidos pela hostilidade mútua, e ao mesmo tempo atraídos um pelo outro, eles travam uma batalha de inteligência e determinação que só poderia resultar em ódio… ou amor.


Opinião:  Esta autora é daquelas que escrevem livros que você ou ama ou odeia. E como ela escreveu um livro que eu odeio com todas as minhas forças ( A chama e a flor ), passei a temê-la imensamente rsrs
Mas aí comprei esse romance numa feirinha de usados, e sem me dar conta que era um clássico, levei-o pra casa. Só fui ler cerca de um ano depois de adquiri-lo.
É um livrão.
E eu amei.
A mocinha Elise é ótima, forte, divertida e esperta.
O mocinho Maxim - que foi acusado de traição , mas na verdade é vítima de intriga - parece ter saído diretamente de um filme de Hollywood. 
O talento de Kathleen E.Woodiwiss nos permite "ver" as cenas de ação e comédia descritas! E são muitas, desde a aparição de Maxim, que estava dado como morto, até a viagem de Elise, num sequestro desastroso, para a Alemanha ( o nobre considerado traidor da Coroa Britânica havia orquestrado o sequestro da noiva por quem era apaixonado, mas a moça que colocam diante dele é a prima da noiva, levada por engano ). Com o inverno tão próximo, o pai de Elise desaparecido, e ingleses o caçando para enforca-lo, Maxim se nega a levar Elise de volta à Inglaterra. A jovem voluntariosa não leva as desculpas do moço muito bem... 
O reencontro de Maxim e Elise e todas as demonstrações de ódio e ressentimento entre eles rendem as melhores passagens da história. As pegadinhas da Elise para com seus algozes são diabólicas, hilárias, e eu as aguardava ansiosamente.
Mas a graça acaba quando o casal começa a se descobrir atraído um pelo outro. O livro amorna a partir daí, mas não perde seu encanto.
E logo que o amor acontece, a autora sacode tudo outra vez e nos devolve à ação, desmascara o grande vilão e segue prendendo a atenção até o fim.
Um aparte: dessa vez lamentei um livro não fazer parte de série ... pois os coadjuvantes heróicos que auxiliam os protagonistas mereciam suas próprias histórias.

Por: Silvana

Você pode gostar também:

0 comentários